Entrevista Dra. Graça Rebôcho PORTUGAL TELECOM

Dra. Graça Rebôcho – Directora de Recursos Humanos das Empresas Instrumentais da PT (2012)


Em 2012, três empresas instrumentais do Grupo PT treinaram com a Team Work. O treino comportamental efetuado com 2078 participantes, distribuídos pelos programas “Código Azul” da PT CONTACT, “Blue Spirit Attitude to Q1” da PT SI e “Proatividade” da PT PRO, constituiu 20 ações de teambuilding onde foram reforçados os princípios do trabalho em equipa, partilha de boas práticas e comunicação aberta, com vista ao reforço dos valores de cada empresa do Grupo.


Estes programas tiveram um excelente impacto no dia-a-dia das pessoas e da empresa, por isso acreditamos que o treino teve o resultado desejado. Deste modo, a pessoa indicada para se pronunciar sobre o que foi desenvolvido é a Dra. Graça Rebôcho, Directota de Recursos Humanos das Empresas Instrumentais PT, a quem agradecemos a disponibilidade de partilhar o seu testemunho.


1.         Enquanto Directora de Recursos Humanos das Empresas Instrumentais PT, como avalia o papel da formação comportamental na gestão estratégica de Recursos Humanos, face ao atual contexto nacional?


Num contexto altamente concorrencial e, também, de recessão económica, é essencial marcar a diferença através do profissionalismo, empenho e dedicação dos colaboradores, o que só se consegue através do desenvolvimento das suas competências. Assim, o investimento na formação comportamental assume um papel preponderante no negócio das organizações, pois é através do relacionamento com o cliente que se pode ganhar quota de mercado e aumentar a sua fidelização e não apenas através dos produtos/serviços oferecidos.


2.    Na sua opinião, em que medida a metodologia de treino da Team Work responde às necessidades especificas que as grandes empresas enfrentam na actualidade?


A metodologia de Treino adotada pela Team Work visa promover, num formato diferente, atitudes e comportamentos individuais e das equipas, com enfoque na ambição de sermos melhor naquilo que fazemos. Cada vez acredito mais que a formação “fora de sala” tem maior impacto nos participantes. É através da participação ativa que se consegue uma maior envolvimento dos colaboradores e, consequentemente, melhores resultados.



  1. Como qualificaria o impacto interno do trabalho desenvolvido em 2011, pela Team Work, nas empresas do Grupo PT?


O dia de treino organizado pela Team Work  permitiu-nos reforçar a identificação com os objetivos das Empresa Instrumentais e sensibilização para com as principais mensagens associadas:



  1. Criação de envolvimento e compromisso com o trabalho em equipa;

  2. Partilha de boas práticas, mostrando preocupação com o outro e trabalhando para a concretização de objetivos comuns;

  3. Fomentar o conhecimento e o relacionamento interpessoal entre pessoas que habitualmente não trabalham juntas;

  4. Reforço da importância do todo ser maior do que a soma das partes, mobilizando a motivação de cada um para trabalhar em prol do coletivo.

Mais Notícias

Entrevista Engº Adolfo Silva - Brose Portugal

"Brose Portugal."

Ver mais

Intervenção Jorge Araújo

"Associação Portuguesa de Contact Centers."

Ver mais

Pensar e Intervir como um Treinador

"MEGASIS."

Ver mais